Hospital - Santa Casa de Araraquara

 

HOSPITAL

Notícias

Santa Casa realiza integração entre vereadores de Araraquara e gestores do hospital

01-02-2021




Objetivo foi apresentar a governança corporativa do hospital para a Câmara Municipal, mostrando os trabalhos desenvolvidos; a Santa Casa tem sido um importante equipamento de saúde no enfrentamento aos casos mais graves de Covid-19.

Diretores e gestores da Santa Casa de Araraquara apresentaram aos vereadores o modelo de governança corporativa implementado no hospital, as novas composições da Mesa Diretora, do Conselho Fiscal e do Conselho Administrativo, a estrutura física e operacional, os serviços disponibilizados e o funcionamento do sistema de regulação (encaminhamento de pacientes), na manhã da sexta-feira passada (29/1).

De acordo com o diretor-geral da Santa Casa, Rogério Bartkevicius, o objetivo do encontro era apresentar os novos membros dos conselhos de gestão do hospital – que assumiram seus cargos no dia 13 de janeiro e elegeram a Mesa Diretora para a gestão do quadriênio 2021/24 – e fazer a integração entre a instituição de saúde e ensino, que completa 119 anos no próximo dia 25, e a nova legislatura, que teve início em 1º de janeiro.

“A Santa Casa é uma instituição privada e filantrópica, que presta serviços para o SUS [Sistema Único de Saúde]. Ela atende a DRS III [Diretoria Regional de Saúde], com 24 municípios e mais de 1 milhão de habitantes. São 600 mil atendimentos de média e alta complexidade realizados anualmente. Essa operação para salvar vidas demanda investimentos constantes em pessoas, estrutura física, recursos tecnológicos e processos”, contextualiza Bartkevicius. “Estamos focados em gestão, qualidade e humanização”, enfatiza.

O diretor-geral ressaltou na reunião que a gestão profissional da Santa Casa busca obter diversos tipos de retorno, inclusive a satisfação. “Hoje, o hospital tem 99% de satisfação interna [colaboradores] e 98% de satisfação externa [usuários, familiares e acompanhantes]”, fala.

Promover saúde

Já o diretor técnico do hospital, o médico André Peluso Nogueira, depois de falar sobre as patologias mais prevalentes atendidas pela Santa Casa – traumas e fraturas (15%), câncer (8%), acidente vascular cerebral (5%), infarto (3%) e infecção (3%) –, defendeu que a instituição tenha uma participação mais ativa na saúde municipal, em instâncias anteriores à internação. “A promoção de bons hábitos e a prevenção de doenças diminui a necessidade do hospital”, explica Nogueira.

Nessa mesma linha de raciocínio, o vice-provedor da Santa Casa, Marco Antônio Castelli Brandão, diz que investimentos em educação fariam com que a utilização do hospital fosse destinada principalmente aos casos graves. “Isso nada mais é do que racionalização dos recursos. A Santa Casa pode contribuir com a saúde de Araraquara”, afirma. “E nós estamos prontos para esse diálogo com o poder público e a sociedade”, completa.

Captação de recursos

Também foram apresentadas, além das receitas repassadas pelos governos federal, estadual e municipal, as formas de captação de recursos de que o hospital dispõe – Campanha de ampliação de 10 novos leitos de UTI Adulto, #EspalhandoSolidariedade, Nota Fiscal Paulista, Parceria com CPFL para doações por meio da conta de energia elétrica e Hospital de Câncer de Araraquara. O HSantaCasa, plano de saúde lançado no dia 19 de janeiro, também contribuirá com a sustentabilidade do hospital e com o fortalecimento do atendimento ao SUS.

Ao final da apresentação, os presentes aplaudiram a integração realizada. Os vereadores ofereceram a TV Câmara e as páginas da Casa de Leis nas redes sociais para a Santa Casa divulgar informações úteis à comunidade e campanhas de orientação, prevenção e captação de recursos. Também se comprometeram a conversar com deputados de seus partidos para obter emendas parlamentares do Congresso Nacional e Assembleia Legislativa, visando ao custeio de projetos, obras e atividades.



ACESSO RÁPIDO